Peugeot 405

1987-1997 de lançamento

Reparo e operação do carro



Peugeot 405
+1. Instrução de manutenção
+2. Manutenção
+3. Motores
+4. Sistema de combustível
+5. Sistemas de lubrificação, coolings
+6. Sistema de lançamento
+7. União
+8. Transmissões
+9. Cabos de poder
+ 10. Direção
- 11. Suportes de forma triangular de interrupção
   +11.1. Expeça o suporte de forma triangular de interrupção
   -11.2. Suporte de forma triangular de interrupção posterior
      11.2.1. Característica técnica
      11.2.2. Substituição do absorvente do choque
      11.2.3. Substituição de torceduras
      11.2.4. Estabilizador
      11.2.5. Alavanca de suporte de forma triangular de interrupção
      11.2.6. Remoção e instalação de um suporte de forma triangular de interrupção traseiro
      11.2.7. Ajuste de altura de um suporte de forma triangular de interrupção de um corpo
      11.2.8. Naves de rodas traseiras
      11.2.9. Características de um suporte de forma triangular de interrupção traseiro de carros 4 x 4
      11.2.10. Substituição de um tanque
      11.2.11. Remoção e instalação da alavanca de um suporte de forma triangular de interrupção
      11.2.12. Remoção e instalação do cilindro de um suporte de forma triangular de interrupção
      11.2.13. Remoção de ar de um contorno hidráulico
      11.2.14. Remoção e instalação da bomba
      11.2.15. Remoção e instalação de uma nave
+12. Sistema de freios
+13. Corpo
+14. Equipamento elétrico


cbc19809

11.2. Suporte de forma triangular de interrupção posterior

INFORMAÇÃO GERAL

Elementos de um suporte de forma triangular de interrupção traseiro e nave de uma roda traseira

1 – raio,
2 – alavanca de suporte de forma triangular de interrupção,
3 – eixo de raio,
4 – buffer,
5 – torcedura,
6 – estabilizador,
7 – nave,
8 – noz de nave,
9 – colocação de segurança,
10 – cobertura de antipó,
11 – cobertura de noz,
12 – absorvente do choque,
13 – colocação,
14 – pino de fixação do estabilizador,
15 – portador elástico,
16 – expeça a portador

Suporte de forma triangular de interrupção posterior – independente, alavanca. Tem torceduras zangadas, absorventes do choque hidráulicos telescópicos horizontais da ação dupla e o estabilizador.